fbpx

São Gonçalo do Amarante anuncia medidas para combater novo coronavírus

São Gonçalo do Amarante anuncia medidas para combater novo coronavírus

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante anunciou um série de medidas para combater os impactos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no município.

O mais recente deles, foi o da distribuição de um auxílio de R$ 200 para autônomos de baixa renda comprarem alimentos no comércio do município. Aproximadamente 500 famílias serão beneficiadas. O impacto orçamentário da medida aos cofres do município será de R$ 100 mil.

O prefeito Cláudio Pinho informa que o benefício valerá a partir de abril e será concedido a trabalhadores cadastrados na Secretaria de Empreendedorismo do município, por meio do ‘Cartão de Proteção Social +’. O auxílio deve durar enquanto estiverem em vigor as medidas de isolamento social adotas pelo Estado, por conta do avanço do coronavírus.

Segundo o prefeito, o cartão poderá ser utilizado apenas para compra de itens alimentícios em estabelecimentos cadastrados. O objetivo é ajudar as famílias carentes e movimentar o comércio na cidade. “Uma situação muito delicada para quem vive do comércio informal. Vamos ajudar a essas pessoas ao menos com o alimento”, reforçou o gestor.

Além dessa medida, foram adotadas uma série de ações na área da saúde. O município comprou mais de mil testes rápidos para detecção do novo coronavírus (Covid-19), entre outros equipamentos para ajudar na segurança sanitária de pacientes e profissionais de saúde do município. Outra ação fundamental para evitar a propagação da pandemia em São Gonçalo do Amarante foi a compra de 20 bombas para pulverização e desinfecção das unidade de saúde e outros locais públicos. Também foram adquiridos mil litros de álcool em gel e 1,5 mil máscaras N95, dois itens que estão em falta na maior parte do País, além de 30 oxímetros para diagnóstico.

De acordo com o prefeito Cláudio Pinho, “é necessário que a população tenha consciência da importância da prevenção e a coisa mais importante que a população tem a fazer é ficar em casa. A Prefeitura está fazendo o que é possível para que as pessoas não se contaminem com o novo coronavírus”. Nesse sentido, foi publicada uma portaria, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, convocando todos os profissionais da atenção básica para se engajarem na prevenção e combate ao Covid-19. O documento prevê, contudo, o trabalho em regime home office para os profissionais com mais de 60 anos.

Os atendimentos eletivos foram suspensos em todas as unidades de saúde, ficando apenas sendo realizados os atendimentos em regime de urgência e emergência. Funcionarão 24 horas, nesse sistema, os serviços de SOS Municipal, o Hospital Geral e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Deixe uma resposta

Fechar Menu