fbpx

PRODUTIVIDADE JUDICIAL Durante pandemia, número de medidas tomadas pelo Judiciário no Ceará supera 3,85 milhões

PRODUTIVIDADE JUDICIAL Durante pandemia, número de medidas tomadas pelo Judiciário no Ceará supera 3,85 milhões

O Judiciário cearense adotou diariamente mais de 36 mil medidas, também chamadas movimentações, durante os primeiros 107 dias da pandemia de Covid-19 no Estado.

No acumulado do período são mais de 3,85 milhões. Os números foram compilados pela Associação Cearense de Magistrados (ACM) com base nos dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Entre essas movimentações, foram nada menos que 139.866 julgamentos, 175.354 decisões e 446.360 despachos feitos pela magistratura cearense. Em média, cada magistrado (juízes e desembargadores) que atua no Estado realizou 342,8 julgamentos; 429,8 decisões e 1.094 despachos nesse intervalo de tempo, marcado pelo regime de teletrabalho (ou home office).

Houve também aumento de produtividade em relação à primeira semana da pandemia. Naquele período, a média de movimentações diárias era pouco superior a 31 mil por dia, passando para 36 mil, e o de julgamentos era de 1.266, passando para 1.307. Os aumentos foram de 16,1% e 3,2%, respectivamente. Em números de julgamentos, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) aparece, inclusive, entre os dez melhores tribunais estaduais do País.

De acordo com o presidente da ACM, Daniel Carvalho Carneiro, “é importante ressaltar e louvar o trabalho de todos os magistrados nesse período da pandemia, que permaneceram em suas casas, seguindo as orientações das autoridades de saúde, se dedicando à qualidade da prestação jurisdicional”.

Ele acrescenta que “a produção em teletrabalho vem sempre aumentando. Isso prova o empenho e dedicação dos magistrados. Temos sentido ainda mais motivação para assegurar direitos aos cidadãos, principalmente em momentos de dificuldade para muitos que perderam seus empregos”.

Deixe uma resposta

Fechar Menu